5 vantagens de ser um funcionário público

Pelo menos 12 milhões de pessoas devem se inscrever em concursos públicos no Brasil disputando uma das mais de 80 mil vagas a serem abertas por aqui em 2015.

Ou seja: 150 concorrentes para cada cadeira disponível no setor — proporção que supera até mesmo os processos seletivos em Medicina das universidades mais concorridas do país.

Muitas pessoas se animam a fazer um concurso público observando somente os salários anunciados para o cargo, ou buscando ter uma estabilidade que boa parte da iniciativa privada não oferece.

Mas você pensa que o funcionalismo público é só isso?

Mas afinal, o que faz com que um grupo cada vez maior de brasileiros se interesse por concursos públicos?

A resposta está nas vantagens oferecidas aos servidores que atuam na área.

Então, descubra alguns dos vários benefícios que um cargo federal, estadual ou municipal pode lhe proporcionar.

Listamos algumas delas neste post. Confira:

Quais as vantagens de ser um funcionário público?

1-Estabilidade

Em tempos de crise econômica você, com certeza, já esbarrou por aí com alguma notícia sobre demissões em massa no setor privado.

Isso é algo que não acontece no setor público.

Após três anos do chamado estágio probatório, em que o servidor é avaliado, ele é efetivado e chega à tão sonhada estabilidade.

Essa é, na realidade, a palavrinha mágica da carreira pública, que não permite desligamentos sem justa causa.

O funcionário público só perde o cargo se for acusado, julgado e sentenciado culpado em processo administrativo ou sindicância.

E esse é provavelmente o principal foco de atenção dos concurseiros de plantão.

De forma geral, todo mundo que passa por um processo seletivo para poder ocupar um cargo público deseja muito cumprir o tão sonhado período de avaliação ou estágio probatório de 3 anos, depois do qual é efetivado e tem estabilidade.

Ficou claro pra você o motivo dos concursos públicos serem tão disputados?

Resumidamente, tudo isso quer dizer que o servidor efetivado não pode mais ser demitido sem justa causa…

Nossa essa é a melhor parte que o funcionalismo público pode te proporcionar, a tão sonhada estabilidade…

Esse é um mecanismo de proteção ao funcionário, que permanece no quadro de servidores, mesmo com a troca dos governos, diferentemente do que ocorre no setor privado, onde os trabalhadores podem ser demitidos a qualquer tempo, contando apenas com certos benefícios, como o saque do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e o recebimento de seguro-desemprego…

Esse é o grande terror da área privada, e motivo pelo qual cada vez mais os concursos são a prioridade de jovens pelo Brasil a fora em busca de uma vaga estável e sem “surpresas desagradáveis”…

2-Remuneração

Outro fator ligado a “estabilidade” com peso na carreira pública diz respeito aos vencimentos.

Enquanto no setor privado os salários dependem da economia como um todo e correm o risco de ser reduzidos em momentos de instabilidade, nas instituições federais, estaduais ou municipais essa possibilidade chega a ser nula.

Além disso, há o quesito “valores”.

A diferença nas remunerações para cargos semelhantes que atuam nesses dois setores é outro ponto de estímulo.

Um jornalista brasileiro que atua no Distrito Federal em regime de cinco horas diárias para mídia impressa e eletrônica tem piso salarial previsto em R$2,1 mil.

Vagas públicas no Supremo Tribunal Federal disputadas em 2013, com a mesma carga horária, previam pagamentos de R$7,5 mensais.

3-Receba salários acima da média

Em comparação com os salários pagos pela iniciativa privada, os vencimentos pagos pelo setor público são mais atraentes.

Além disso, é muito raro que aconteçam atrasos nos pagamentos, que na maioria das vezes são precisamente depositados nas contas dos servidores ou até adiantados, como nos casos de os dias de pagamento incidirem em finais de semana ou feriados.

Fora isso, os servidores públicos têm vários benefícios, que se somam ao salário-base, como, por exemplo, a retribuição pelo exercício de função de direção, chefia e assessoramento; a gratificação natalina; o adicional por tempo de serviço; o adicional pelo exercício de atividades insalubres, perigosas ou penosas; o adicional pela prestação de serviço extraordinário; o adicional de férias; os adicionais noturno e de horas extras.

Enfim, vários são os benefícios.

Não podemos esquecer também a Licença Capacitação, que corresponde a três meses de férias a cada 5 anos de trabalho, além das licenças especiais para servidores que querem se aprimorar através de cursos, graduações e pós-graduações.

4-Tenha uma jornada de trabalho menor e mais flexível

A jornada de trabalho padronizada para a maior parte dos cargos públicos é de 6 horas diárias, o que significa dizer que é bem menor se comparada à jornada do setor privado.

Além disso, o servidor poderá pedir licença para tratar de assuntos de interesse particular, em casos de doenças ou outros problemas afins, e manter-se afastado por até 2 anos, sem receber salários, mas podendo retornar ao cargo assim que desejar.

5-Receba uma boa aposentadoria

Com planos de carreira e progressões estipuladas de acordo com tempo de serviço e qualificação acadêmica, o serviço público permite planejamento da trajetória profissional com maior tranquilidade — e previsibilidade.

Há ainda o fator previdenciário: as aposentadorias da iniciativa privada ficam limitadas ao teto de, aproximadamente, R$2,8 mil independentemente do salário recebido pelo contribuinte ao longo da carreira.

No caso dos servidores públicos é permitido por lei o recebimento dos valores pagos como remuneração mensal.

E mais: o aposentado continua livre para prestar outros concursos e assumir outros cargos se assim desejar.

Quem trabalha na iniciativa privada, quando se aposenta, não poderá receber valor acima do teto, ou seja, do valor máximo que os segurados do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) podem receber mensalmente, que em 2014 estava em torno de R$ 4.390,24.

Isso ocorre, qualquer que tenha sido o salário que recebeu ao longo da sua vida, ainda que muito superior ao teto do INSS.

Já para quem ocupa um cargo no setor público, a lei permite a aposentadoria integral, ou seja, ao se aposentar, o servidor passa a receber valor igual ao salário que tinha quando trabalhava.

O regime ainda admite o reingresso dos aposentados no setor, os quais podem prestar novo concurso, serem efetivados e trabalhar normalmente, recebendo aposentadoria integral e o novo salário.

Passar em um concurso público e se tornar um funcionário público é um dos grandes sonhos de muitos brasileiros.

Porém, como se viu acima, as vantagens vão muito além da tão badalada estabilidade no emprego.

Concorrência

Ingressar na carreira pública não é tarefa das mais simples.

Exatamente por isso, não se pode falar em “tentar a sorte” no setor.

Não se trata de uma loteria em busca de empregos.

É preciso, antes, se dedicar aos estudos e, muitas vezes, insistir na participação em provas para enfim conseguir a aprovação.

Por outro lado, vale lembrar sobre a equidade da concorrência.

Qualquer pessoa que preencha os requisitos educacionais pode se inscrever e concorrer a uma vaga sem discriminação de cor, classe social, gênero e sem o chamado “apadrinhamento”.

Essas características tornam o investimento no setor público algo interessante inclusive para quem quer assinar a carteira de trabalho e se firmar no mercado profissional pela primeira vez.

Afinal, o quesito “experiência prévia” não conta no primeiro momento — apenas como critério de desempate nos concursos voltados ao setor da Educação, por exemplo.

Você já sonha com um cargo público?

Que outras vantagens listaria aqui?

Se ainda está se decidindo sobre concursos, se convenceu com este post?

Deixe sua opinião nos comentários e continue acompanhando nosso blog!

Logo, após termos visto o número de pontos positivos e vantagens que o setor público oferece, esteja preparado para enfrentar as maiores concorrências e disputas por vagas que existe na atualidade.

Mas o mais importante é pesar se vale a pena ou não para você, e se dedicar aos estudos com objetivo de ser aprovado em um Concurso Público.

Seja Aprovado em Qualquer Concurso!

Se você gostou desse artigo, leia um texto completo que mostra Como Aumentar Absurdamente O Seu Rendimento Nos Estudos.

Você vai ter acesso a uma estratégia completa de estudos para conquistar a sua aprovação.

Agora você se animou a estudar ainda mais e passar no próximo processo seletivo de que for participar? Conte pra gente o que te motiva!

1 comentário em “5 vantagens de ser um funcionário público”

  1. Luís Henrique Barbosa De Araúj

    Concurso público é uma ótima oportunidade para obter um bom emprego público, pois nesse sistema não temos indicação ou a famosa “peixada”. Assim, o concurso público é uma forma de nivelar todos por igual. Além disso, o ambiente de trabalho é mais confortável. Nele não temos a pressão e o receio que todo dia temos de matar um leão. Entretanto, não é uma tarefa fácil e muito menos uma atividade tranquila como muitos pensam. Nesse processo, beneficia o mérito.

    Os concursados têm atividades árduas. Quem pensa que ao passar num concurso terá sombra e água fresca, está, totalmente, errado. No entanto, digo que compensa fazer concurso público, pois nele temos a estabilidade que gera um certo conforto em meio de tantas dificuldades que enfrentamos.

    referência: https://blog.preparoconcursos.com.br/2017/07/06/vale-a-pena-fazer-concurso-publico/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.