6 dicas para retomar o ritmo de estudo

Se você já estudou para um concurso e acabou dando uma pausa, seja por querer descansar por um tempo ou porque não havia nenhum edital à vista, deve saber que voltar ao ritmo intenso dos livros e apostilas não é animador.

Entretanto, se você quer se movimentar e sair dessa pasmaceira, é hora de mudar a mentalidade, sacudir a poeira e abrir os livros!

Retornar o ritmo de estudo pode ser bem mais fácil se você seguir as 6 dicas abaixo!

Motivação

Sim, a vida de concurseiro não é fácil.

Ninguém duvida disso.

Mas ninguém duvida também que grandes feitos e conquistas só são obtidos mediante muito esforço e dedicação, o que também está bem longe de ser fácil, em qualquer área da vida.

Como você acha que um competidor ganha uma medalha de ouro?

Pode ter certeza de que com muito esforço, acordando mais cedo, deixando de sair com os amigos, adiando a diversão e o descanso.

O mesmo vale para você, concurseiro!

O primeiro passo para retomar o ritmo de estudo, portanto, é se motivando novamente.

De olho no futuro

Outra dica muito importante para que você volte aos estudos é algo que é sempre bom reforçar: montar um plano de estudos.

Se você quer aprender, é primordial que seja organizado desde o começo.

Além disso, a partir do momento em que tiver um cronograma pronto, poderá visualizar as suas próximas semanas e meses, o que facilita e motiva a volta, já que você se sente no controle e visualiza o que precisa fazer de forma concreta.

De leve

A sua transição deve ser gradual.

Nada de pegar pesado logo nos primeiros dias: a sua mente e o seu corpo não estão prontos para isso.

É como se você ficasse muito tempo sem fazer nenhuma atividade física e, de repente, resolvesse jogar uma partida de futebol de 90 minutos.

Não vai dar certo e nem é saudável.

O melhor é que você retorne lentamente à rotina.

Conforme o seu cronograma, vá, aos poucos, pegando livros, apostilas, revisando anotações e consultando vídeo-aulas.

Uma boa estratégia é ir aumentando o número de horas estudadas por dia: comece com uma, passe para duas e, assim, sucessivamente.

Pausas necessárias

Você esteve um tempo à toa e curtindo a vida.

Todo mundo merece isso de vez em quando.

Quando você começar a estudar, muitas atividades e prazeres devem ser deixados de lado, mas não completamente.

Se você cortar os momentos de lazer de maneira integral, sentirá os efeitos disso:

Desmotivação, desânimo e preguiça de voltar a estudar.

O estudo deve ocupar boa parte do seu dia, mas não sua vida toda.

Reserve momentos para o lazer, pois isso irá te ajudar a entrar nos eixos, e a neles permanecer.

Uma vida de puro esforço é desanimadora demais.

Por isso, não transforme os estudos em sofrimento.

Porque eu mereço

Para que você se sinta motivado a retomar o ritmo, uma boa ideia é se dar recompensas.

Conseguiu cumprir as metas da semana?

Permita-se ir ao cinema, comprar uma roupa ou ler um livro.

Depende do que você gosta!

Pequenas recompensas ajudam muito na volta, e mesmo no prosseguimento das atividades.

Fácil, extremamente fácil

Nos primeiros dias da volta à labuta, não vá direto naquelas matérias que você tem mais dificuldades.

Além de serem os assuntos que você provavelmente menos gosta, certamente será ainda mais difícil de apreendê-los, já que o seu cérebro está lento.

Procure começar pelos assuntos e matérias que você mais gosta e tem facilidade.

Aplicando essa estratégia, será muito mais motivador e interessante voltar a estudar.

Pense nisso!

Seja Aprovado em Qualquer Concurso!

Com essas dicas, a sua transição de descanso para trabalho não será nem um pouco traumática.

E para você, qual a ação que mais te ajuda a retomar o ritmo? Conte pra gente!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.