Como Definir Metas nos Estudos: O Guia Absolutamente Completo!

Definir Metas nos Estudos… Algum dia você já parou pra pensar se você está estudando fazendo isso? Será que você está estudando do jeito certo?

Várias vezes eu me pegava, distraído, pensando esse tipo de questionamento…

Se isso acontece com você…calma você é normal! 😉

Aliás eu também sou igual a você e isso acontecia muito comigo durante toda minha história de preparação para Concursos…

Você já passou pela experiência de ter tanta coisa para fazer que você simplesmente não soube por onde começar e acabou não conseguindo fazer nada?

Por muito tempo esse problema me perseguiu, até que após muita pesquisa e estudos eu descobri que para ser organizado nos estudos e consequentemente, ter um bom resultado…tudo isso provém de atitudes corretas, tais como definir metas nos estudos!

Pois é, essa é uma situação bem comum — e desesperadora! — quando a lista de tarefas é tão longa que nem podemos ver seu fim…

E nos concursos públicos e provas como o ENEM, há tanta matéria para estudar que, se você não se organizar, corre o risco de ficar perdido e acabar sem se preparar direito, já pensou?

Para não precisar passar por essa angústia, a ideia é ir, pouco a pouco, conquistando as disciplinas a serem estudadas e a confiança de que você vai conseguir passar na prova, usando metas bem definidas para te guiar no processo.

Continue lendo e descubra por que usar essa técnica é fundamental para todo concurseiro e veja como definir metas eficientes para os seus estudos!

metas

Por que você precisa de metas?

Para quem está diante da lista quase infinita de coisas a serem estudadas para um concurso, definir metas pode até parecer perda de tempo, afinal, não é melhor só começar logo a estudar para acabar com tudo isso o quanto antes?

Na verdade, não é bem assim.

Se preparar para absolutamente tudo o que consta no edital da prova que você vai fazer não é uma tarefa simples, e sem o planejamento adequado, há boas chances de que você chegue ao dia “D” sem ter conseguido alcançar nem na metade da lista.

Outro problema que pode acontecer é você começar pelas disciplinas mais fáceis e sem importância e, na reta final, precisar correr com as mais complexas e de mais peso.

Além do quesito organização, porém, a definição de metas também ajuda em outro ponto da sua preparação: a disciplina e a motivação.

Já percebeu que quando você tem uma listinha curta de coisas para fazer consegue começar a trabalhar bem mais rapidamente que quando tem um colosso de atividades pela frente?

No concurso, as coisas também funcionam assim: lidar com a perspectiva de ter de aprender todo aquele conteúdo todos os dias é muito mais desanimador que ter um post-it com três ou quatro coisas que você precisa resolver em pouco tempo, não é verdade?

Ou seja, as metas também vão servir para te motivar a cumprir com cada atividade diária com mais rapidez, agilizando toda a sua preparação ao longo dos meses.

Convencido de que você só tem a ganhar ao estabelecer metas para guiar os seus estudos? Então vamos aprender a elaborá-las do jeito certo!

Metas mais eficientes

Como definir metas nos estudos mais eficientes?

Antes de começar  a fazer listinhas de coisas que você tem que estudar antes do seu exame, lembre-se de não adianta muito ter metas impossíveis de cumprir, que não levam em conta o seu tempo disponível e que não estão ordenadas adequadamente, viu?

Isso sim seria perda de tempo.

Para acertar na elaboração dos seus objetivos, então, confira as dicas seguintes:

O que é mais importante

Saiba priorizar atividades mais importantes

Você tem uma lista gigante com matérias para estudar: fato!

Mas numerá-las exatamente na ordem em que aparecem no edital do concurso pode não ser a melhor estratégia — Você se lembra de quando falamos do risco de chegar no dia da prova sem ter conseguido estudar as disciplinas de mais peso e mais difíceis?

Vamos usar como exemplo o edital do Banco do Brasil 2015 para o cargo de escriturário (aliás, que tal conferir também nosso post sobre os concursos do BB?).

A prova objetiva desse concurso é classificatória e vale 100 pontos, que são distribuídos assim:

Para a prova de Conhecimentos Básicos, que vale 30 pontos, é preciso estudar:

  • Língua Portuguesa, cujas questões somam um valor de 10 pontos;
  • Raciocínio Lógico-Matemático, valendo 15 pontos;
  • e Atualidades do Mercado Financeiro, que totaliza os outros 5,0 pontos.

Já a prova de Conhecimentos Específicos vale 70 pontos e inclui o seguinte:

  • Cultura Organizacional, valendo 7,5 pontos;
  • Técnicas de Vendas, que vale um total de 17,5 pontos;
  • Atendimento, outra com valor de 17,5 pontos;
  • Domínio Produtivo da Informática, que vale 7,5 pontos;
  • Conhecimentos Bancários, que soma 15 pontos;
  • e Língua Inglesa, com os últimos 5 pontos.

Além disso, há ainda uma prova de redação que, nesse edital, é de caráter eliminatório, ou seja, também é muito importante!

Diante disso, podemos dizer que as metas de quem se candidatar a esse concurso precisam priorizar as provas que valem mais, como Técnicas de Venda, Atendimento, Conhecimentos Bancários e Raciocínio Lógico-Matemático (só essas quatro já somam 65 pontos!), bem como a redação, concorda?

Que tal adotar esse tipo de estratégia na sua aprovação?

Método Smart

Utilize o método SMART

Ok, agora que sabemos por onde suas metas devem começar, vamos à elaboração das mesmas.

Para isso, a nossa sugestão é usar uma técnica que, na realidade, foi criada para empresas e negócios, mas também funciona muito bem quando o assunto são os estudos!

Estamos falando do método SMART, uma sigla que, em inglês (vamos já treinando para a sua prova!) significa specific, measurable, attainable, realistic e time bound.

Veja se acertou na tradução de como as suas metas precisam ser:

  • Específicas;
  • mensuráveis;
  • atingíveis;
  • realistas;
  • e atreladas ao tempo.

Um exemplo de uma meta SMART seria:

Resolver 15 exercícios de juros compostos em 2 horas.

Essa meta é específica porque te diz exatamente o que você precisa fazer; é mensurável porque indica que a tarefa acaba depois dos 15 exercícios; é atingível porque te dá 2 horas para cumpri-la (estimando que os exercícios estejam em um nível que possibilite a resolução nesse período de tempo, claro); é realista porque essa é uma matéria que você precisa dominar para a prova; e é atrelada ao tempo porque define um prazo para terminar as atividades.

Uma meta não SMART, ao contrário, seria algo como:

Estudar Raciocínio Lógico-Matemático.

Nela, você não sabe exatamente por onde começar — o que arruina um dos nossos objetivos com a definição de metas — Não tem como medir o seu progresso na tarefa, não  sabe quando ela vai acabar e nem se conseguirá chegar ao final.

Angustiante, não é mesmo?

Cronograma de Estudos

Distribua suas metas em um cronograma

Recapitulando: suas metas precisam levar em conta o que você vai priorizar nos seus estudos e também precisam ter as características do método SMART.

Mas como elaborar metas que vão te ajudar a conseguir estudar tudo o que você precisa até o dia da prova?

Para isso, você vai precisar calcular quanto tempo livre tem até lá, listar tudo o que precisa estudar, distribuir a matéria pelo tempo disponível…. enfim, precisará montar um cronograma.

Felizmente, já te explicamos como fazer isso neste outro post aqui, então não vai ser complicado montar o seu.

Depois disso, suas metas podem ser criadas diariamente ou semanalmente seguindo o que você estipulou no cronograma.

Se, por exemplo, você precisa estudar Português e Inglês e praticar a Redação de 17h às 20h (ou seja, durante 3 horas) todas as quartas-feiras, na terça-feira à noite, você pode elaborar metas como:

  • Ler notícias em inglês de 17h às 17h30, buscar o significado de palavras desconhecidas no dicionário e fazer anotações no caderno.
  • Escrever um texto dissertativo-argumentativo sobre um tema que apareceu nas notícias em inglês de 17h30 às 18h30.
  • Estudar o emprego de conectores no Português de 18h30 às 19h (páginas 45 a 48 da gramática).
  • Resolver questões envolvendo conectores de 19h às 20h.

Assim, todos os dias você já vai saber o que fazer e vai conseguir terminar as tarefas muito mais rápido!

O que fazer se não conseguir cumprir as metas?

Como vimos, as metas são excelentes maneiras de organizar os seus estudos, te motivar a enfrentar a preparação todos os dias e te mostrar o quanto falta para que você termine o que planejou.

Mesmo assim, vale lembrar que você não é uma máquina, por isso pode sim acontecer de você terminar uma meta antes ou depois do que tinha esperado!

Nessas horas, a regra de ouro é não entrar em pânico.

Você priorizou as suas metas justamente para o caso de algo assim acontecer, e mesmo que não consiga cumprir com tudo o que tinha planejado, vai ter dominado o principal e mais importante para garantir uma boa classificação na prova.

Veja como, no exemplo anterior, seus estudos começam com só meia hora de Inglês (que vale apenas 5 pontos na prova objetiva) para passar, em seguida, para 1 hora de redação e hora e meia de Português.

Nesse esquema, dá para garantir que você não perca tempo demais com o Inglês, que é menos importante, e ainda consiga estudar um pouquinho de Português, mesmo que ultrapasse o tempo delimitado para a redação!

Não se esqueça de que você pode sim flexibilizar as suas metas se necessário, afinal, elas estão ali para te ajudar, e não para se tornar um obstáculo, não é mesmo?

Use-as a seu favor sempre e não hesite em remanejar o seu tempo e as suas atividades sempre que surgir um imprevisto ou perceber que determinada tarefa vai demandar mais do que você imaginava.

Basta se lembrar do que é prioridade nos seus estudos e concentrar seus esforços nessas áreas!

Viu como tirar um tempo para definir as suas metas antes de mergulhar de cabeça nos estudos pode fazer a diferença na sua preparação?

Conte para a gente, nos comentários, como as metas têm te ajudado a estudar e aproveite para ler também nosso artigo sobre como se organizar na preparação para um concurso público!Seja Aprovado em Qualquer Concurso!

Espero que eu tenha te ajudado de alguma forma com esse artigo.

Estou sempre me esforçando para te entregar o melhor conteúdo possível. Então eu agradeceria muito se você deixasse um comentário se eu estou indo no caminho certo ou se o artigo não te agradou de alguma forma…

Tudo isso para que eu possa cada vez mais, escrever artigos melhores para proporcionar melhorias significativas na sua preparação e na sua vida, por que não dizer?

Então é isso…Vejo você no próximo artigo! Até logo…

Sucesso e bons estudos!

Atenciosamente,

Léo Oliveira

1 comentário em “Como Definir Metas nos Estudos: O Guia Absolutamente Completo!”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.