Estudar para concurso? Aprenda corretamente com essas 14 dicas incríveis!

Para se preparar para um concurso e conseguir a tão almejada aprovação, o negócio é colocar a cara nos livros e apostilas e estudar para valer, certo?

Parece simples, mas quando você resolve investir em um concurso, logo percebe que não é tão fácil assim.

A grande quantidade de matérias, as dúvidas que surgem, os afazeres do dia a dia e o cansaço acumulado.

Tudo isso atrapalha você nos seus estudos e mostra como o quadro pode ficar complicado.

Por isso, muito mais do que apenas ler e ler sem parar, você precisa prestar atenção nessas 14 dicas para estudar corretamente!

Confira:

Preparar, apontar…

Antes de partir para os conteúdos que vão cair na prova, vá com calma e gaste algum tempo para montar um plano de estudos.

Nele, você levará em conta as matérias a que terá que se dedicar, quanto tempo investirá em cada uma ao longo das próximas semanas e como serão seus estudos dia a dia, de modo a abarcar tudo que precisa ver e revisar até a data da prova.

Com o plano de estudos e um horário fixo para as matérias, você planeja direito o que vem pela frente, sem bagunça.

Isso é muito importante para organizar não só seus estudos, mas a sua vida.

Afinal, você não passará os próximos meses ou semanas apenas estudando, não é mesmo?

Ter um cantinho só seu

É importante escolher um ambiente de estudos fixo, onde você irá sempre estudar.

Dessa forma, você condiciona o seu cérebro, sempre que você se sentar ali, a pensar que o momento é de concentração total.

Além disso, pode preparar esse espaço da melhor forma possível.

Essa preparação é fundamental para que seus estudos corram bem.

É importante, por exemplo, deixar na mesa (não, nada de estudar na cama!) apenas aquilo que será útil para você.

Por isso, tire revistas, celular, jogos e tudo que possa te distrair.

Mantenha seus livros e apostilas por perto — para que você não tenha que ficar a todo momento e de forma não planejada — se levantando para buscá-los e, assim, perdendo a concentração.

Outra dica boa é manter o dicionário à mão: você com certeza, precisará dele.

Você pode até colocar, por exemplo, uma música para tocar, caso isso te ajude a se concentrar e a relaxar.

Geralmente, quem estuda assim escolhe algo mais calmo e instrumental, como música clássica, jazz ou ambiental.

Mas se essa prática tirar sua concentração, o silêncio será a melhor música para os seus ouvidos.

Organizar para fazer a diferença

Se você faz aulas em um cursinho, ótimo: essa é uma boa oportunidade para aprender ainda mais.

Nesse caso, é importante você se planejar de forma a tirar o máximo dessa experiência.

Anote tudo que puder nas aulas e, caso haja dúvidas, não hesite em saná-las imediatamente com o professor.

Assim que chegar em casa, revise o conteúdo das matérias vistas naquele dia e faça os exercícios propostos.

Dessa forma, você fixa de uma vez o conteúdo novo.

Caso você não frequente aulas, sempre reserve o final do dia para fazer uma revisão do que foi visto ao longo das últimas horas.

Fugir da decoreba

Uma tática importante para estudar direito e aprender bem é compreender, e não memorizar, o conteúdo.

Se você decora, não aprende: apenas guarda algo na cabeça, em palavras exatas, correndo o risco de esquecer e ficando incapaz de fazer articulações entre ideias e reflexões a respeito.

Por outro lado, se você compreende a matéria, acaba sabendo realmente do que se trata e, assim, se lembra do conteúdo depois, e de uma forma bem mais rica e segura.

Para chegar a esse nível, torne seus estudos mais dinâmicos, fazendo anotações constantes, refletindo a respeito do que foi dito, dizendo em voz alta a matéria e traduzindo para uma situação real as ideias apresentadas nos livros e apostilas.

Não deixar a saúde de lado

Os estudos estão em dia, mas… e a saúde, como anda?

Saiba que ela é muito importante para a sua preparação.

Você pode estar indo muito bem agora, porém, daqui a algumas semanas, tudo pode mudar e seus estudos vão por água abaixo se você não tiver atenção ao seu corpo.

Cansaço e doenças, como gripes e resfriados podem tomar conta de você, frente a uma rotina excessivamente desgastante.

Por isso, alimente-se direito, faça exercícios físicos e durma bem.

Tudo isso será fundamental para cuidar do seu corpo e, consequentemente, da sua mente.

Com essas dicas, você sai na frente, estuda da melhor maneira possível e aumenta significativamente as chances de conseguir uma aprovação!

Mas além disso tudo, para estudar para concurso corretamente, é necessário que você escolha corretamente o concurso certo para o seu perfil.

Desta forma eu vou passar pra você agora, todos os pontos fundamentais para você escolher corretamente o melhor concurso.

Businessman with hand on chin, looking up

Concurso público é o que não falta por aí.

São muitas  as instituições que oferecem boas oportunidades ao longo do ano, e é sempre válido ficar de olho em todas elas.

Porém, essa oferta exuberante pode ser um grande problema para os concurseiros.

Afinal, são mais matérias para estudar, mais livros ou apostilas para comprar, mais tempo dedicado e mais dinheiro investido.

Nesse ritmo, além de gastar muito, torna-se mais difícil conseguir a aprovação, pois pouco se estuda para cada um dos concursos, já que a atenção acaba dividida.

E se você passar em um concurso e descobrir que detesta a função que irá exercer?

É preciso considerar isso também.

Por isso, o melhor que você pode fazer é selecionar os concursos que mais tem a ver com o seu perfil.

Não sabe como? Confira agora!

Conheça você mesmo

Antes de tudo, você precisa saber do que gosta.

O que você se vê fazendo, com prazer, no futuro?

A partir desse autoconhecimento, é preciso escolher entre as seis grandes carreiras públicas: administrativa, bancária, fiscal, policial, tribunais e especiais.

Em todas elas, há cargos para diferentes tipos de escolaridade.

O ideal é que você saiba quais funções irá exercer nos diferentes cargos, e veja qual mais combina com você.

Para isso, vale não só pesquisar na internet, mas também conversar com profissionais da área e visitar o ambiente de trabalho das instituições, a fim de conhecer a cultura organizacional.

Após descobrir o que mais te interessa, foque nos concursos dessas áreas.

Além de estudar com mais prazer e, portanto, mais eficiência, muito provavelmente você ficará satisfeito com o seu futuro trabalho, no caso de uma aprovação.

A distância é um problema?

Concursos federais oferecem vagas em todo o país; estaduais, no estado em que está sendo realizado; e municipais, apenas na cidade.

Você se importaria de se mudar e ir morar longe da sua família e amigos?

Essa decisão é fundamental para decidir se você deve ou não investir em determinados concursos.

Se você é daqueles que não querem, de forma alguma, mudar-se, aposte em um concurso para a sua cidade ou, pelo menos, nas proximidades.

Para os demais, o caminho é considerar quais cidades mais interessaria viver, de acordo com as vagas oferecidas.

Claro que há a possibilidade futura de mobilidade, mas é uma questão a ser considerada antes de se fazer a inscrição.

Dinheiro na mão

Não vamos negar que o salário é um dos itens mais importantes no momento de escolher os concursos que te interessam.

De antemão, você deve saber que, no funcionalismo público, eles costumam ser bons, mas, geralmente, pouco aumentam ao longo da carreira, ao contrário da iniciativa privada.

Consciente disso, você deve procurar concursos que atendam as suas expectativas salariais futuras.

Não, você não deve aceitar qualquer coisa que vier pela frente – após alguns anos, talvez você fique frustrado.

Uma opção é, até mesmo, investir em um concurso com um salário razoável, para resolver a situação atual.

Aí, depois de se estabilizar, procurar editais com cargos mais bem remunerados.

Não caia em armadilhas

É natural que os candidatos se sintam mais atraídos para concursos que ofereçam um grande número de vagas, e desprezem aqueles com poucas.

Mas não fique nessa, pois nem sempre vale a pena.

Há muitos editais com pequeno número de vagas e cadastro de reserva que realizam várias nomeações, mais até do que os que apresentam mais oportunidades.

Outra armadilha a ser evitada é fugir de concursos que cobrem disciplinas que são o seu ponto fraco.

Se a vaga te interessa muito, sempre é possível aprender, ainda mais porque as aulas de cursos partem do zero, e você pode começar do princípio.

Considerando todos esses fatores, será muito mais fácil para você escolher um concurso que combine com o seu perfil.

Assim, você evita investimentos que não valem a pena e futuras decepções.

Caso você ainda tenha ficado com dúvidas, quanto a escolha do concurso correta para o seu perfil, eu recomendo que você leia o artigo “Como escolher o melhor concurso para o meu perfil?”

Hand and book stairs

Além de estudar para concurso estrategicamente e escolher corretamente o melhor concurso para o seu perfil, é de suma importância que você aprenda a estudar para concurso sozinho…

Nesse momento você deve estar se perguntando? Como assim sozinho?

Calma eu vou explicar…

O seu sonho é conseguir passar em um concurso público e conquistar a tão sonhada estabilidade, não é mesmo?

Esse é o objetivo de grande parte dos brasileiros devido aos inúmeros benefícios que esse tipo de carreira proporciona.

Porém, todos sabem que, para alcançá-lo, é preciso trabalhar duro e ter muita persistência, afinal de contas, muitas vezes, a aprovação não vem na primeira tentativa.

Quando você estuda por conta própria — seja por questões financeiras que te impedem de frequentar um cursinho, ou mesmo porque você prefere estudar sozinho — é preciso ter ainda mais disciplina e responsabilidade.

Muitos candidatos que escolhem estudar por conta própria acabam se despreocupando e deixando os estudos de lado, atrasando cada vez mais a tão sonhada aprovação.

Se você pertence a esse grupo de pessoas que estudam ou pretendem estudar sozinhas, continue acompanhando o nosso artigo e fique de olho nas nossas dicas!

Faça um planejamento

A primeira coisa que você deve fazer quando decidir que vai estudar sozinho para um concurso público é se planejar…

Quantas horas você terá por dia para estudar?

Onde adquirirá os materiais necessários?

Estudará aos finais de semana?

Possui um lugar agradável e tranquilo onde você possa estudar todos os dias?

Todas essas perguntas precisam ter respostas bem definidas.

Depois de planejar todos esses detalhes, aí sim você deve começar a rotina de estudos.

Se quiser saber mais dicas leia um artigo do blog sobre como montar um plano de estudos…

Mantenha o foco

Estudar sozinho para algumas pessoas pode acabar sendo um “prato cheio” para a distração.

Como você não tem horários fixos dedicados ao estudo, dar aquela escapadinha e ir fazer outra coisa pode acabar sendo uma alternativa tentadora.

Sendo assim, mantenha o foco e pense quantas pessoas também estão em busca do mesmo sonho que você.

Uma horinha que você deixa de estudar por dia, ou até mesmo por semana, pode ser o tempo que faltava para a sua aprovação, não é mesmo?

Lembre-se, também, de como a sua vida estará mais tranquila e estável após a aprovação. Esse é um estímulo e tanto para estudar e manter o foco nos estudos.

Monte um cronograma

Para evitar que você deixe de estudar algum dia, o ideal é montar um cronograma de estudos.

Quantas horas por dia você vai estudar?

Será no período da manhã, tarde, ou noite?

Se você decidir que vai estudar todos os dias, das 19h às 23h, não deixe de cumprir esses horários.

A partir do momento que você começar a estudar sozinho, tenha em mente que o horário escolhido para o estudo é reservado para aquilo, e nada deve te interromper.

Se, por algum motivo, você precisar faltar ao seu período de estudos, tente remanejar os horários para não ficar sem estudar.

Por exemplo, se você estuda de manhã, mas terá uma consulta médica, organize-se para estudar à tarde, ou à noite.

Policie-se ao usar a internet para estudar

Você provavelmente fará alguma parte do seu estudo na internet, não é mesmo?

Seja para leituras, ou para fazer provas de concursos passados, usar a internet é sempre uma alternativa muito bem-vinda para quem estuda sozinho.

Porém, é muito importante que você não se permita desviar a atenção dos estudos nesse momento, seja para dar aquela olhadinha nas redes sociais, assistir a algum vídeo que está bombando ou para fazer qualquer outra atividade.

Você está ali para estudar, usar a internet para lazer é permitido somente depois de terminar o estudo do dia.

Faça simulados

Existem muitos simulados para concursos disponíveis na internet e eles podem — e vão! — te ajudar muito!

Pesquise pelos simulados gratuitos mais bem avaliados e não deixe de realizá-los.

Eles te darão uma boa ideia de como são as provas dos concursos públicos.

E então, está preparado para começar a estudar sozinho?

Você sabia que cerca de 25% dos aprovados em concursos públicos declaram ter estudado por conta própria?

Dedique-se e passe a pertencer a esse grupo!

Se você também tem alguma dica para compartilhar, escreva através dos comentários!

Quais outras dicas você teria para ajudar os concurseiros que estão buscando aquele concurso ideal? Compartilhe com a gente!

Há alguma outra recomendação que você daria àqueles que querem estudar para vencer?

Espero que tenham gostado do artigo.

Sucesso e bons estudos!

PS: Você já baixou o Ebook grátis o Guia do Concurseiro de Sucesso? Caso negativo, aproveite e baixe agora mesmo, pois é totalmente grátis! Aproveite…

Seja Aprovado em Qualquer Concurso!

3 comentários em “Estudar para concurso? Aprenda corretamente com essas 14 dicas incríveis!”

    1. Olá Marcus, isso acontece muito com os concurseiros…

      Quando um assunto te enjoa ou cansa, é porque o motivo para estudar esse assunto não é grande o suficiente para fazer com que você o estude com foco e motivação.

      Uma dica que eu te dou é: antes de iniciar os seus estudos, visualize a realização do seu sonho, o que será proporcionado com a sua aprovação no concurso e esqueça todas as outras coisas que estão tirando o foco dos seus estudos.

      Coloque os seus objetivos em primeiro lugar e deixe os pontos positivos da aprovação bem claro para o seu cérebro. Feito isso a forma de encarar essa matéria e os estudos a partir desse momento mudarão.

      Utilize essa técnica e você vai perceber que independente da matéria, por mais chata que ela seja, isso não será mais motivo para te desanimar e sair do seu objetivo!

      Espero que essa dica te ajude…

      Sucesso e bons estudos!

      Atenciosamente,

      Léo Oliveira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.