Os concursos mais difíceis do Brasil: Descubra agora mesmo!

Concursos Difíceis…eis uma questão bem complexa.

Será que todos os concursos públicos existentes são realmente muito difíceis? O que você acha?

Diariamente, escutamos por aí que todo Concurso Público é difícil…

Entretanto, sabemos que isso não é por completo uma verdade.

Percebemos que existem Concursos Públicos mais complexos e com nível de escolaridade maiores e outros bem mais acessíveis e poderíamos até dizer: Sim, existem concursos públicos mais fáceis!

Assim, em busca de estabilidade, salários altos e plano de carreira, milhares de brasileiros se lançam anualmente em uma disputa acirrada por uma vaga em um concurso público.

Dentre as várias provas que acontecem periodicamente, preparamos esse artigo para destacar uma lista com os concursos mais difíceis e disputados do país, seja por suas excelentes remunerações ou pela visibilidade e carreira que eles proporcionam.

Os Concursos mais difíceis do Brasil

Quer descobrir informações estratégicas sobre os concursos mais difíceis do Brasil? Então fique de olho em nossas dicas!

Camara dos Deputados

Câmara dos Deputados

O concurso público da Câmara dos Deputados é, sem dúvidas, um dos que possuem maior padrão para os valores inciais da carreira, com salários que beiram os R$25.000,00 para o cargo de Analista e R$12.000,00 para os Técnicos.

O último concurso se realizou em 2014, e a banca examinadora foi o CESPE/UnB.

O CESPE/UnB é uma das bancas mais temidas do país, aplicando em suas provas questões de alta complexidade, com um sistema de avaliação em que uma questão marcada incorretamente anula um ponto de uma questão certa.

Quer saber mais sobre o CESPE/UnB? Veja nosso artigo escrito especialmente sobre essa banca.

Além disso, vale lembrar que o concurso é realizado apenas em Brasília e que o preenchimento das vagas também só se dá nessa cidade, já que lá é onde se localiza a Câmara dos Deputados.

Apesar disso, o fato de o concurso se restringir apenas à capital federal não desanima os candidatos: em 2014, foram oferecidas, ao todo, 113 vagas e se candidataram 51789 pessoas, totalizando uma relação de surpreendentes 458,31 candidatos por vaga.

Com tudo isso em vista, podemos ver que o que realmente atrai tantas pessoas para esse concurso é o altíssimo padrão inicial de remuneração, que supera o salário de carreiras iniciais como a de juiz substituto e promotor de justiça em muitos estados do país.

Receita Federal

Receita Federal

A Receita Federal do Brasil é um órgão público vinculado ao Ministério da Fazenda que, dentre outras funções, fiscaliza e arrecada os tributos da União.

O último concurso foi realizado em 2014 e a banca foi a Escola Superior de Administração Fazendária – ESAF, sendo oferecidas vagas para o cargo de Auditor Tributário.

Já o último concurso para Analista da Receita foi realizado em 2012, pela mesma banca.

Os salários oferecidos foram de R$14.965,44 para o cargo de Auditor e R$7.996,07 para o cargo de Analista.

O que faz esse concurso ser um dos mais difíceis do país é o conteúdo exigido por seu edital.

Devido às atribuições dos cargos, são cobrados conhecimentos sobre Direito Tributário, Financeiro, Contabilidade e Auditoria.

Além disso, a ESAF geralmente apresenta questões difíceis, muito aprofundadas, exigindo dos candidatos conhecimento teórico sobre os posicionamentos dos tribunais brasileiros.

Além disso, um fator para este ser um concurso tão disputado é a abrangência nacional das vagas.

Como a Receita Federal é um órgão público presente em todos os estados brasileiros e em diversas capitais e cidades do interior, muitos candidatos se veem atraídos pela possibilidade de mobilidade e realocação de vagas por todo o país.

Por isso, no último concurso para Auditor Tributário foram oferecidas 278 vagas e se inscreveram 68.540 candidatos, resultando em uma relação de 246,5 candidatos por vaga.

Já para o concurso de Analista, foram oferecidas 665 vagas e se inscreveram 89.791 candidatos, totalizando a relação de 128,27 candidatos por vaga.

TCU

Tribunal de Contas da União

No dia 9 de junho de 2015, foi lançado o último edital do concurso para o TCU, para cargos de Técnico e Auditor Federal de Controle Externo.

Os pagamentos inciais giram em torno de R$8.000,00 e 14.000,00 para os cargos Técnico e Auditor, respectivamente.

A banca examinadora será o CESPE/UnB e é esperado que a prova seja nos mesmos moldes do concurso da Câmara dos Deputados: questões de dificuldade altíssima, no formato de verdadeiro e falso, com uma afirmação errada anulando a pontuação de uma marcada corretamente.

O que atrai muitos candidatos para esse concurso é o fato de que, para ambos os cargos, é exigida formação superior em qualquer área de conhecimento.

Além disso, assim como o concurso da Receita Federal, são oferecidas vagas para diversas localidades do país.

Contudo, no edital de 2015, foram ofertadas vagas apenas para algumas capitais: Rio Branco, Macapá, Manaus, Brasília, Cuiabá, Belém e Boa Vista. Para ambos os cargos são exigidos conhecimentos de Língua Portuguesa, Direito Administrativo e Constitucional, Execução Orçamentária e Financeira.

Para o cargo de Auditor é exigido um conhecimento mais aprofundado e os candidatos farão provas objetivas e discursivas, além de serem cobrados conteúdos específicos de Língua Inglesa, Matemática Financeira, Direito Civil e Penal.

Para mais informações sobre essa prova, veja aqui o artigo feito especialmente para o concurso do TCU.

MPU

Ministério Público da União

O Ministério Público da União possui como função principal a defesa da ordem jurídica, do patrimônio nacional, cultural, do meio ambiente, dos direitos e interesses da coletividade e dos incapazes.

Também atua no controle externo da atividade policial, acompanhando a investigação de crimes, a instauração de inquéritos e a promoção das ações penais cabíveis para apuração de ilícitos e responsabilização de seus culpados.

O último edital foi lançado em janeiro de 2015 e previa provimento de cargos de Técnico e Analista do MPU.

Por ter sido lançado no início do ano, não é mais possível ser inscrever nele e, infelizmente, provavelmente não haverá outro em 2016.

De qualquer forma, é bom ficar de olho nesse concurso e já ir se preparando para quando um próximo edital for lançado.

As remunerações desse concurso de 2015 são de R$8.178,06 para o cargo de Analista e  R$5.007,82 para o cargo de Técnico.

São oferecidas vagas para praticamente todas as unidades da federação, o que é um fator de atração para inúmeros candidatos.

Além disso, é exigida formação em nível superior em qualquer área de formação.

É muito importante destacar que para o cargo de Técnico é realizada prova de aptidão física, o que pode deixar de fora muitos concurseiros que estão sem preparo físico para esse tipo de exame.

O que diferencia as provas de ambos os cargos é que, para o cargo de Técnico, são exigidos conhecimento de Língua Portuguesa, Legislação Específica do MPU e Noções de Direito Constitucional e Administrativo.

O cargo de Analista, por sua vez, exige os mesmos conhecimentos, mas de forma mais aprofundada e com a presença de prova discursiva.

Departamento de Polícia Federal

Polícia Federal

O mais famoso e conhecido de todos esses concursos públicos é o da Polícia Federal.

Este órgão oferece periodicamente vagas para as mais diversas áreas, de engenharia e contadoria a assistência social, psicologia e papiloscopia (responsável pela coleta e identificação de impressões digitais).

Mas o cargo mais esperado em todos os editais é o de Agente da Polícia Federal. O último edital deste cargo foi lançado no segundo semestre de 2014 e previu o oferecimento de 600 vagas.

A remuneração dos aprovados no cargo é de quase R$8.000,00, em regime de dedicação integral de 8 horas por dia.

O nível de escolaridade exigido é de nível superior em qualquer área de conhecimento.

As etapas do concurso incluem Provas Discursiva, Objetiva, Exame Médico, Exame de Aptidão Física, Investigação Social, Avaliação Psicológica e Curso de Formação Profissional.

Todas essas exigências, presentes em diversas fases de seleção, se justificam pelas atribuições do cargo, que envolvem executar investigações e operações policiais na prevenção e na repressão a ilícitos penais, cumprir medidas de segurança orgânica, conduzir veículos policiais, além de desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa, assim como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.

Como a maioria dos concursos aqui abordados, a banca examinadora é o CESPE/UnB e as provas também são elaboradas com questões de verdadeiro e falso.

O conteúdo programático do edital recém-lançado é extenso e compreende questões de Língua Portuguesa, Noções de Informática, Raciocínio Lógico, Atualidades, Contabilidade, Noções de Administração, Direito Penal e Processual Penal, Administrativo, Constitucional e Legislação Especial da Polícia Federal.

Esse concurso atrai muitos candidatos em virtude de seu caráter nacional, podendo o candidato tanto prestar as provas quanto ser alocado em diversas localidades do país.

Um ponto delicado do processo de seleção para Agente da Polícia Federal é a avaliação psicológica, que ocorre em uma das últimas etapas do concurso.

Muitos candidatos acabam se sentindo inseguros, tanto por causa da subjetividade dos testes aplicados quanto pela impossibilidade de haver um roteiro de estudos que o prepare para essa fase, como ocorre no caso das provas de conhecimentos.

Por isso, como não há um roteiro predeterminado sobre como se sair bem nesse tipo de avaliação, o que é recomendado para o candidato é controlar a ansiedade e ser sincero.

Não tente ficar inventando coisas sobre sua personalidade para tentar agradar o examinador.

E você, está preparado para começar a estudar para algum desses concursos?

Lembre-se sempre de que independentemente do número de candidatos por vaga e da dificuldade dos certames, é preciso ter paciência, dedicação e acreditar em si mesmo.

Apesar da dificuldade imposta por qualquer concurso, você precisa analisar que todos estão na mesma situação que você, e a dificuldade é igual para todos.

Dessa forma, ter uma boa preparação psicológica, vai ajudar muito no seu desempenho em qualquer concurso ou certame que você tenha escolhido.

Saiba também, que se você é realmente dedicado aos seus estudos, e se esforça e se dedica com as estratégias e táticas certas, uma hora ou outra a sua aprovação acontecerá. Isso é uma questão de tempo!

Seja Aprovado em Qualquer Concurso!

E se você ficou com alguma dúvida sobre algum destes concursos, não deixe de escrever para mim, através dos comentários e continue acompanhando as novidades do blog!

Espero que tenha gostado do artigo. Estamos sempre nos empenhando para produzir os melhores artigos para os nossos leitores.

Se você gostou não esqueça de deixar um comentário abaixo e de compartilhar com outros concurseiros!

Sucesso e bons estudos!

Atenciosamente,

Léo Oliveira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.